"DEUS QUER, O HOMEM SONHA E A OBRA NASCE." Fernando Pessoa - ASSOCIAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DE SOBRAL DE S. MIGUEL, UMA CASA QUE TAMBÉM PODE SER A SUA. INSCREVA-SE COMO SÓCIO.

Tradução

quarta-feira, 26 de abril de 2017

CAMINHADA SOLIDÁRIA 2017 - III

Caminhos de beleza e também saudade
 que nos deixam sem palavras... 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

CAMINHADA SOLIDÁRIA 2017 - II: por Caminhos, Veredas e Estradas...

Manhã radiosa de domingo 23 de abril, desta vez com S. Pedro reconciliado com a nossa caminhada, que mandou Sol quanto baste e temperatura muito agradável, para contacto com a natureza, e a prática de exercício físico.
E o caminho prosseguiu por veredas mais estreitas, entre pinhais e giestais e com uma profusão de cores e aromas que só a serra pode oferecer e onde a beleza da paisagem é, em alguns locais, "de cortar a respiração".
Os carros de apoio não faltaram nesta aventura, e aguardavam em sítios estratégicos para dar ajudar no que fosse mais necessário.
Neste percurso de 15km, com os mais velhos - que mais uma vez nos acompanharam - percorremos e recordamos afazeres e lidas de outros tempos, ouvimos muitas histórias de outros tempos, algumas que já conhecíamos contados pelas nossas mães, tias e avós que outrora também percorreram aqueles caminhos em contextos bem mais difíceis que o nosso.
Entramos depois na estrada asfaltada que nos levaria até ao Vale da Cerdeira, local escolhido para a paragem maior. 
Chegados a esta aldeia, na serra, quase escondida pela vegetação, foi tempo de paragem para que todo o grupo descansasse convivesse e repusesse energias...
Entre dois dedos de conversa, os caminheiros lá se iam recompondo da estafa com umas sandes, fruta, água...
Olhar toda a beleza envolvente é balsamo para o caminheiro, que também gosta de animação, brincadeiras e, claro, não podem faltar as "selfies" para mais tarde recordar!
Mas o tempo voa rápido e ainda havia muito caminho por andar, que se abria ali, mesmo à nossa frente, em direção à Portelinha...
 
 Vamos lá continuar!

CAMINHADA SOLIDÁRIA 2017 - I

 A PARTIDA
Aos primeiros alvores da manhã, eis-que chegam os caminheiros, pouco a pouco e prontos para um dia em que caminhar é o principal objetivo. 
Mas, quem vem a estas paragens, também respira ar puro e fica fascinado a olhar a magnitude das serras que se erguem com altivez e beleza perante os seus olhos, e quase como “intrusos”, querem entrar nos seus domínios, onde se escondem lendas e mistérios que todos anseiam por desvendar.
Depois do acolhimento, da entrega das t´shirts e do pequeno almoço tomado - que é imprescindível para aconchegar o estômago e dar energia - seguiu-se a foto de grupo e "bora lá" que se faz tarde!
Para esta aventura partem da Associação 110 caminheiros, que começam por subir às Vergadas, seguem pelo caminho da Tejosa, Fojo, Barrocas do Muro… e porque muitos nunca tinham pisado estes caminhos, a verdadeira aventura começa aqui…
Com as imagens que iremos colocando, convidamo-lo também a fazer parte desta caminhada, recordando caminhos de que talvez ainda se lembre...
E esperamos que goste!

terça-feira, 25 de abril de 2017

ABRIL AINDA E SEMPRE

Era noite, bem noite, noitinha 
Quando a canção grita e faz pensar
Sabendo ser tempo de dar a voltinha 
De forma a muita coisa ter de mudar

Numa noite como esta noite certinha 
Dum Abril de setenta e quatro a chegar 
Em protesto da guerra e... ladainha 
Dos mesmos de sempre a desgovernar

Cumpriu-se assim a noite da liberdade
Com o vibrante acordo da nação 
Em hora marcante de verdade

De algo que tendo de ser confirmação 
Antes se promoveu em PIEDADE 
Assim se transformando em desilusão!

(restando a LIBERDADE de ser livre nação)
In poemas meus LivII
Lobo mata

domingo, 23 de abril de 2017

sábado, 22 de abril de 2017

FESTA DA FAMÍLIA - 7 de maio

Vai ser uma grande dia de festa!
Inscreva-se porque esperamos por si!

Tel: 275 663 554 * Telm: 961 171 434 * e-mail: asssomi@hotmail.com

sexta-feira, 21 de abril de 2017

CAMINHADA SOLIDÁRIA 2017 - mais "um cheirinho" do caminho!

Já se anuncia de feição
O tempo para caminhar.
Prepare-se o coração
Para mistérios desvendar.
A natureza florida
Nas veredas e na serra
É alegria, força e vida,
Novo renascer da terra.
É esperança renovada
Grito em cada primavera
Suspiro de moira encantada
Feito saudade e quimera…
Que o chão hoje pisado
Deixe felizes memórias
E sem esquecer o passado
Seja fonte de novas histórias.

 MM - abril 2017

quinta-feira, 20 de abril de 2017

quarta-feira, 19 de abril de 2017

A PÁSCOA PASSOU POR AQUI!

Como não podia deixar de ser também 
festejamos a Páscoa! 
 E, claro, os nossos utentes tiveram direito 
aos doces aromas e sabores da época.
Um lanche especial e a oferta de 
um bonito ovo de chocolate a cada um.
Alguns dos nossos utentes,fizeram questão de 
recordar, que os doces tradicionais da aldeia
 é que eram os reis da festa!
 As mesas enfeitavam-se com filhós, arroz doce, 
pão-leve, talassas e esquecidos, a que depois
se juntavam algumas amêndoas.
No entanto, também reconheceram 
que os tempos e os gostos foram mudando...
E, para os netos e bisnetos 
já compravam outras “gulodices” 
em que os ovos de chocolate não faltavam.
Agora os nossos utentes é que são 
os protagonistas da festa!
Por isso, e para marcar esta data tão importante, 
têm direito ao miminho do
doce sabor dos ovos de chocolate!
Porém, ainda que haja muita vontade de prevaricar...
os ovos serão consumidos aos poucos 
e de acordo com o que a saúde de cada um permitir.
Com o chá foi ainda servido um bolo muito bom 
e que a todos agradou.
Os mimos e a visita de familiares e amigos
revelavam belos sorrisos.
Que em sessão fotográfica decidimos registar 
e aqui partilhar.
Com os votos de Páscoa muito Feliz 
dos nossos utentes
 para todos os familiares e amigos.
Continuação de Boas Festas Pascais!